Página Inicial

Dicas

CUIDADOS COM GOLPES NA COMPRA DE CARRO

Publicado em 15 de outubro de 2020

Comprar um carro é o sonho de consumo mais comum dos brasileiros, de acordo com uma pesquisa do Serasa. No entanto, em alguns contextos, esse sonho pode dar errado. Isso porque corremos o risco de cair em um golpe na venda de carros. Responda com sinceridade: você provavelmente conhece alguém que caiu em um golpe do tipo. Talvez você mesmo tenha caído.
No entanto, não se engane: os golpes podem acontecer dos dois lados. Isso mesmo: é possível ser trapaceado na compra e também cair em um golpe na venda de carros. Isso significa que você deve desistir do seu sonho? De jeito nenhum!
Tomando alguns cuidados, não há o que temer na hora de comprar ou vender o seu carro. Basta se precaver, conhecer os golpes mais comuns e saber quais são as ações que protegem de ações maliciosas
10 cuidados ao comprar carros novos ou usados
1. Confira se o carro é real
Pode parecer um pouco estranho falar sobre isso, mas será que esse carro que você quer comprar é real mesmo?  Os golpistas usam de fotos e vídeos na internet para fingir que o carro existe e a vítima “completa” todas as informações na própria cabeça. Para ajudar a ajudar a convencer as vítimas, os golpistas colocam preços muito baratos nos carros. Afinal, quando a gente vê aquele negócio muito bom, fica difícil de resistir, né? Nós torcemos para que seja real! No entanto, é necessário tomar cuidado e garantir que aquele carro existe mesmo. Uma maneira de fazer isso é marcar uma visita para ver o automóvel e conferir se ele realmente existe.
2. Verifique toda a documentação do automóvel
Existem muitos golpes que podem ser evitados se a gente verificar a documentação do carro antes de fechar negócio. Por exemplo, um golpe muito comum é quando a pessoa aluga um carro e oferece para vendê-lo para a vítima por um preço bem barato. Ou então o golpista compra o carro financiado e não pretende pagar as parcelas, vendendo o bem para outra pessoa sem passar o carro para o nome da vítima. Uma maneira fácil de evitar esse tipo de golpe é verificar a documentação do carro. Veja se ele está registrado mesmo no nome do vendedor e se há algum gravame sobre ele.
3. Consulte as restrições jurídicas do carro
Um golpe na venda de carros que é muito comum é tentar se livrar de um automóvel que conta com restrições jurídicas. Por exemplo, o golpista tem um compromisso e não paga. Então, ele é processado e, na justiça, tem o carro penhorado. Para não perder o bem, ele vende para alguém por um preço abaixo do que ele vale e depois some com o dinheiro. O comprador, coitado, recebe uma comunicação da justiça dizendo que o negócio não poderia ter acontecido e perde o carro.
4. Analise a quilometragem do carro antes de comprar
Esse é um cuidado exclusivo para quem vai comprar um carro usado ou seminovo. Afinal, nesses casos, a quilometragem é muito importante para entender se o automóvel está conservado ou desgastado. Um golpe na venda de carros usados e seminovos muito comum é alterar a quilometragem para parecer que o automóvel está melhor conservado do que na realidade. Existem scanners que analisam se a quilometragem de um carro foi adulterada. No entanto, você não precisa de um equipamento caro desses para se precaver.
Dá para se proteger com alguns cuidados simples. Por exemplo:
  • olhe a quilometragem anotada na hora das revisões no Manual do Proprietário. É menor do que no painel do carro? Então houve adulteração!;
  • veja a etiqueta no para-brisas indicando a próxima troca de óleo do automóvel. Ali pode haver uma indicação da real quilometragem do carro;
  • os pneus costumam durar entre 50 a 60 mil quilômetros. Se a quilometragem estiver menor do que isso, mas o jogo de pneus for original, pode ser um sinal de adulteração.
5. Desconfie de ofertas muito agressivas
Um cuidado geral para evitar cair em um golpe na venda de carros é desconfiar de ofertas que são muito agressivas. Elas podem ter várias formas diferentes. Por exemplo:
  • preço muito abaixo da tabela FIPE;
  • condições muito extremas (“tem que fechar hoje ou não dá para vender o carro”, por exemplo);
  • insistência desesperada do vendedor.
Em situações assim, a chance de ser um golpe é muito alta. Isso porque o golpista não quer dar espaço para que você pense e perceba o golpe.
6. Analise o histórico do carro
Um cuidado importante a fazer antes de avançar na compra de um carro é analisar o seu histórico. Veja se o carro passou por alguma batida, se teve algum recall a fazer e, em caso de usado, analise quantos donos ele teve. Quanto mais informação e documentação existir para comprovar o histórico do carro, mais difícil fica de mentir e menor a chance de ser um golpe.
7. Não faça pagamentos antecipados
Um golpe de venda de carros muito comum é a exigência de um pagamento antecipado para fechar negócio. Por exemplo, o golpista pede um sinal para a vítima ou diz que tem outro interessado e precisa de um depósito para “segurar” o carro. Nesses casos, o golpista emite boletos falsos para enganar a vítima, que pensa estar pagando para o banco, mas na verdade está dando dinheiro para o enganador. Por isso, nunca faça um pagamento antes de assinar o contrato de compra e venda do carro.
8. Peça pela vistoria cautelar do carro
Caso você pretenda comprar um carro usado ou seminovo de uma concessionária, peça sempre pela vistoria cautelar do automóvel ou pelo laudo de procedência. A vistoria cautelar é um processo que analisa a estrutura do carro, além de vistoriar todos os seus documentos e histórico.Basicamente, esse processo pega quase todos os golpes com documentação que citamos nesse artigo. O laudo de procedência é o documento produzido após a vistoria e que diz se os documentos do carro estão certinhos ou não.
9. Pesquise para saber se o carro esteve em um leilão
Um dos benefícios da vistoria cautelar que citamos antes é que ela detecta se um carro passou por um leilão ou não. Normalmente, um carro passa por um leilão porque teve algum problema. Ele pode estar envolvido em algum sinistro ou ter sofrido um acidente. Às vezes, ele pode ter passado por uma enchente, por exemplo. Seja como for, carros de leilão são vendidos por muito menos do que o valor de mercado do mesmo modelo. Isso acontece porque não dá para saber com certeza qual é o estado daquele automóvel. Pode ser que ele tenha uma falha estrutural grave ou esteja com ferrugem em alguma parte da sua lataria. Portanto, faça uma pesquisa para saber se aquele carro já esteve em um leilão. Se sim, não compre.
10. Verifique os documentos do vendedor e da revenda.
Se tudo estiver certo com o carro, faça uma análise rápida dos documentos do vendedor e da concessionária. Isso ajuda a evitar cair no golpe da concessionária falsa. Esse golpe é o seguinte: o golpista finge pertencer a uma determinada concessionária, que só existe no papel ou em um site falso na internet. Em seguida, ele negocia a venda com a vítima e depois some com o dinheiro, sem entregar o carro. Uma maneira fácil de verificar se o canal é oficial e não cair em golpes é pesquisar o CNPJ da concessionária, analisar depoimentos na internet e pesquisar para ver se aquela empresa existe mesmo e é confiável.
Rua Dr. Pedro Zimmermann, 1001 sala 61 – VALE AUTO SHOPPING
Bairro Salto do Norte – Blumenau-SC CEP: 89065-000
Nossos Telefones : (47) 3144-4722 / (47) 99935-0606
Facebook Youtube
Copyright © 2017 - 2018. Todos os direitos reservados. Desenvolvido por Curto Carros