Página Inicial

Notícias

INDÚSTRIA PODE LEVAR ATÉ 4 ANOS PARA SE RECUPERAR DA CRISE

Categoria: Economia
Publicado em 08 de junho de 2020

O presidente da Anfavea (Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores), Luiz Carlos Moraes, disse  que a indústria automobilística poderá levar de três a quatro anos para se recuperar da crise econômica imposta pela pandemia do novo coronavírus.
O executivo falou sobre os desafios do setor na retomada da economia ainda sob os reflexos do aumento do número de casos de COVID-19 no país. Em maio foram vendidos 56.705 veículos leves; 44.137 automóveis e 12.568 comerciais leves. Entre janeiro e maio, foram licenciados 642.453 veículos leves. A queda do mercado levou a associação a revisar a previsão de perdas para 40% neste ano.
"A perspectiva de produzirmos 1 milhão de veículos este ano mostra que iremos conviver com grande ociosidade. Considerando algumas premissas, como dólar alto, queda na confiança, vemos tudo com muita preocupação em termos de sobrevivência da indústria, da garantia de emprego e se confirmarmos esse número [de queda de 40%] a retomada será muito lenta, algo que levará de três a quatro anos", disse Moraes. Segundo o presidente da Anfavea a cadeia longa que envolve fornecedores de peças, desenvolvimento e chega ao consumo na ponta já foi duramente afetada.

Desemprego

Questionado sobre a previsão de desemprego no setor automotivo, Luiz Carlos Moraes comentou que "a MP 936 pode ser prorrogada, o que já está em análise pelo congresso que está atento às demandas da sociedade. Cada montadora definiu uma estratégia e o retorno às atividades foi feito em base desse mecanismo. Estoque e flexibilidade da MP 936 são alguns desses elementos. Cada fábrica é um caso e tem sindicatos diferentes. De maneira geral a garantia de emprego de emprego iria até outubro novembro mas não podemos trabalhar com esta ociosidade".
A Anfavea estima que as fábricas empreguem diretamente 1,2 milhão de pessoas. Uma das ações da associação é negociar com o governo condições de crédito que ofereçam solvência, sobretudo às pequenas empresas do setor automotivo. A Anfavea já pediu, por exemplo, desbloqueio de R$ 25 bilhões em créditos tributários para ajudar as empresas a se manterem ativas neste período agudo de crise.

Estavamos emplacando 11 a 12 mil carros por dia, só para dar uma dimensão dos números prévios da pademia. Agora vamos ver como será a retomada com a economia muito mais fraca. Um dos exemplos é que 1/3 da população economicamente ativa terá acesso ao auxílio emergencial então sabemos que o consumo estará muito reduzido", avalia.
Apesar disso, a volta das concessionárias e o atendimento do Detran  podem reaquecer o comércio de automóveis.

Fonte: R7 AUTO CARROS.
 
Rua Dr. Pedro Zimmermann, 1001 sala 61 – VALE AUTO SHOPPING
Bairro Salto do Norte – Blumenau-SC CEP: 89065-000
Nossos Telefones : (47) 3144-4722 / (47) 99935-0606
Facebook Youtube
Copyright © 2017 - 2018. Todos os direitos reservados. Desenvolvido por Curto Carros