Página Inicial

Notícias

Por que carros blindados usados são mais baratos?

Categoria: Variedades
Publicado em 09 de maio de 2018

Ele é um SUV de luxo ou mesmo um sedã de alto valor, mas o que chama atenção é o preço bem abaixo da tabela. Anúncios com estas características são comuns em sites de classificados de venda pela internet, mas há um detalhe importante nesses casos, o termo “blindado”. Para muita gente que procura um carro usado de luxo e não tem pretensões extras quanto à segurança, acaba ficando decepcionado diante daquela oferta irresistível.
Mas, por que carros blindados são mais baratos? Um dos motivos é esse. A maioria das pessoas não quer arcar com os custos extras de manutenção de uma blindagem, que altera a estrutura do veículo e especialmente seu peso, tornando inviável para muita gente ter um carro desse tipo na garagem.
O desgaste acentuado dos conjuntos de suspensão e freios, que não foram projetados para o peso extra dos materiais de proteção, bem como o consumo mais elevado por conta do deslocamento extra de pessoas e carga, torna o carro blindado ideal apenas para quem precisa mesmo se proteger. A performance também é comprometida e o conforto, já que apenas a janela do condutor geralmente abre. Nesse caso, comprar um carro desse tipo se torna um bom negócio, mas que exige cuidados, entre eles o custo da delaminação (ruptura do revestimento de policarbonato dos vidros) e perda de transparência, que é bem cara para substituição.
Como existe a lei da oferta e da procura, se há baixa demanda por esse tipo de carro, a tendência é a de redução nos preços para facilitar sua aquisição. Porém, há mais coisas envolvidas. A cotação desse tipo de automóvel é complicada, pois o mercado não tem como definir o quanto foi gasto em cada blindagem e nem o valor que o veículo vale de fato com a tecnologia que foi empregada. E ele não é estática. Ou seja, ela não fica presa ao carro sem exigir manutenção.
Como poucos fazem a manutenção preventiva no sistema de blindagem do veículo, o mercado acaba entendendo que a maioria está “no estado” e sem qualquer garantia de que ainda continua eficiente.
Quanto mais antigo, mais difícil fica para termos uma noção de preços. Com até 10 anos, ainda algumas empresas se arriscam a estabelecer valores, mas o certo é que não há uma cotação precisa. Por isso, existem enormes discrepâncias de preços no mercado. Assim, o mesmo carro sem blindagem e no mesmo estado acaba sendo oferecido no mercado de usados com preço maior, enquanto o similar blindado nas mesmas condições custa bem menos.
A desvalorização acentuada chega a 50% em alguns casos, especialmente de carros importados, que geralmente perdem muito mais valor com o passar dos anos. A blindagem só acentua essa tendência, o que faz com que carros caros e blindados sejam vendidos por preços irresistíveis. O problema é que existem diferentes tipos de blindagem com custos variados e isso, assim como ocorre com os equipamentos extras ou opcionais, não entra na formação de preço de carro usado.
Outra tendência é que aquisição de automóvel blindado zero km ao invés de usado na grande maioria dos casos. Isso permite ao cliente escolher o carro desejado e o nível de proteção que precisa, bem como fazer o orçamento de acordo com o que quer gastar. Para os usados, resta apenas uma desvalorização menos acentuada nos primeiros quatro anos de uso, pois depois disso acaba tendo como destino mofar nos pátios e salões de lojas multimarcas ou concessionárias.
Atualmente, o país conta com 400 empresas registradas no Exército – que é quem regulamenta esse mercado – mas as próprias empresas dizem ser 200 blindadoras. O que se sabe, também através do braço terrestre das forças armadas, é que o Brasil registrou a venda de 16 mil carros com proteção contra tiros em 2017, mais que o dobro do segundo colocado mundial, o México, que emplacou 7 mil no ano passado. Para 2018, a previsão é de alta de 25%, alcançando a marca de 20 mil carros blindados.
No Brasil, a blindagem de nível III-A – com proteção contra projeteis de calibres .44 e 9 mm – é quase padrão, sendo responsável por 95% do mercado.
 
Fonte: NotíciasAutomotivas.
Rua Dr. Pedro Zimmermann, 1001 sala 61 – VALE AUTO SHOPPING
Bairro Salto do Norte – Blumenau-SC CEP: 89065-000
Nossos Telefones : (47) 3144-4722 / (47) 99935-0606
Facebook Youtube
Copyright © 2017 - 2018. Todos os direitos reservados. Desenvolvido por Curto Carros